domingo, 22 de junho de 2008

Comida, Diversão e arte.

Durante o ano de 2007 nosso projeto, Roedores de Livros, aconteceu nas dependências da OnG Pró Gente, na Ceilândia. O local oferecia uma excelente infra-estrutura, mas os coordenadores – pressionados pelos custos de manutenção e a falta de apoio – tiveram que vender o local. O comprador foi o IESB, uma instituição de ensino superior que, com isso, ampliava a sua área de atuação, abraçando uma fatia da população que também necessita de oportunidades no campo do terceiro grau e – principalmente - no de cursos profissionalizantes. Ficamos à deriva até março quando mudamos de mala, cuia e livros para o Centro Comunitário da Criança onde acontecemos desde então com empenho, competência e muitas histórias pra contar. No penúltimo sábado, 14 de junho, fomos convidados a um encontro na antiga sede da Pró Gente. O IESB oferecia uma manhã de pura diversão para as crianças da redondeza e depois, um almoço com “líderes comunitários” para esclarecerem suas ações e possíveis parcerias. Ah, e um lanchinho supimpa, também. Não deu para concorrer.

As crianças – mostrando um caráter de “fidelidade à leitura” como diria a Edna – apareceram para informar que não ficariam para o projeto, pois foram convidadas para um evento. Ah... e levaram quatro convites para nós. Foi uma demonstração de carinho e respeito emocionante e inesperada.

Enquanto a turma se divertia com as brincadeiras dos estudantes de turismo do IESB, alunos da disciplina ANIMAÇÃO E LAZER, nós aproveitávamos a “folga” e assistíamos a tudo curiosos com o que viria a partir dali. No almoço, os responsáveis pela instituição falaram sobre o que pretendem desenvolver no local a curto, médio e longo prazo. Parece que a comunidade ganha um novo parceiro. Esperamos que sim. Esperamos ainda que as ações ultrapassem os muros da diversão pura. Ela por si já é muito bem vinda. Mas “nossas” crianças precisam de comida, diversão e arte. Quem estiver disposto a somar será sempre bem vindo. Hatuna Matata.

A seguir, um resumo daquele sábado nas palavras da roedora Edna Freitass.

Fidelidade à leitura.

Foi gratificante chegar ao Centro Comunitário da Criança no último
sábado, 14 de junho. Sabíamos que nossas crianças foram convidadas a participar de um evento na antiga Pró-Gente, hoje, IESB. Dessa forma, já esperávamos que poucas crianças aparecessem no projeto. Agradável surpresa! Numa demonstração de compromisso e fidelidade às nossas manhãs de leituras prazerosas, antes de seguirem para o IESB, foram até o Centro Comunitário nos dizer que iriam participar daquela manhã e das brincadeiras que aconteceriam por lá. Valeu, crianças! Com este gesto, nossas crianças nos brindaram com mais um sinal de que vale a pena sairmos todos os sábados de nossas casas e viajarmos até a Ceilândia para, simplesmente, na companhia dessas crianças, descobrirmos, juntos, o prazer de ler.
Fomos todos ao evento. Foi maravilhoso ver "nossas" crianças, anonimamente, animando a festa dos novos moradores (iesB e equipe) da Ceilândia. Que o IESB seja mais um agente formador de novos leitores. Nós, os Roedores, seguimos fazendo a nossa parte.

P.S. Enquanto a turma se divertia, eu, Célio, Edna, Tino e Hilariana (foto acima) assistíamos a tudo e planejávamos ações futuras.

P.S.2. Para saber o que o IESB achou do encontro, clique aqui.

2 comentários:

Escrevente disse...

Caros, Roedores

Enviei um comentário no dia 17 e ainda não obtive resposta. Segue comentário e solicitação.

Em primeiro lugar, parabéns pelo belo trabalho.

Na oportunidade, gostaria de saber como faço para adquirir uma sacola do projeto?

Abraços

César Filho

Tino Freitas disse...

Caro Escrevente,
Desculpe por não responder, mas não encontrei seu email para resposta. Então ela segue por aqui. Ainda não temos sacolas para venda, mas em breve os Roedores de Livros oferecerão sacolas, camisitas e outras "bugingangas" para ajudar a tocar o dia a dia do projeto. Por favor, envie seu email para roedoresdelivros@gmail.com que assim que tivermos sacolas disponíveis entraremos em contato.
Abraços de letrinhas. Tino Freitas.