sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

Último dia de Clube do Livro neste ano.

Hoje foi o último dia de clube do livro deste ano. Vamos ter que esperar pelo ano que vem para saber como a família bandeira pirata conseguirá escapar das horríveis Bruxas do Mar e para descobrir se Rodger conseguirá escapar do senhor Tordo para finalmente se reencontrar com Amanda Mexilhão a onde quer que ela esteja. Não sei se conseguiremos aguentar tanta ansiedade para saber o desfecho dessas e de outras histórias que estão por vir!



segunda-feira, 21 de novembro de 2016

Já é Natal?

O natal está chegando e resolvemos fazer desenhos inspirados no natal! Vale tudo, presentes, árvores de natal, papais-noéis, bolas de enfeite, casa do papai noel e etc. Nossos roedores são ótimos artistas e para produzir os desenhos estamos usando réguas, lápis, canetinhas, giz de cera e muita bagunça!

segunda-feira, 14 de novembro de 2016

Que friiiiu!!

Que friiiiiu!( é frio com "u" porque estáva um gelo mesmo, socorro!) Já que estava um climinha bem gelado para nós roedores, resolvemos nos esconder e nos aquecer na sala de leitura com muitas almofadas, casacos, e com as janelas bem FECHADAS e é claro que nós aproveitamos esse espaço aconchegante para curtir bons livros que nos aqueceram a mente.

quinta-feira, 10 de novembro de 2016

Tocando o terror

Hoje nós tocamos o terror!! De manhã correu tudo bem fizemos o que se espera de uma preguiça matinal. Jogamos um pouco, lemos o livro do clube do livro e saímos para almoçar. Nada de diferente tudo como mandam as regras. Mas a galera da tarde não tinha tempo para fazer o que mandam as regras. Começamos por fazer uma competição de quem monta o quebra-cabeças mais rápido com o Alexandre cronometrando até os centésimos! o tempo de cada dupla montadora. Depois tornamos a biblioteca dos roedores em uma pista de dança!! O som tocou alto, os dançarinos e dançarinas estavam no melhor de sua forma e assim coreografias geniais foram surgindo. E ainda tivemos tempo para ler os dois livros do clube do livro. Ufa!

segunda-feira, 7 de novembro de 2016

O incrível quebra-cabeça do... Furby

Graças a uma generosa doação, os roedores redescobriram as maravilhas de um QUEBRA-CABEÇAS!!!! É verdade que este é um quebra-cabeça com figuras de um monstrinho chatonildo, mas suas cores vibrantes nos ajudam (e atrapalham) na hora de montar o BENDITO quebra cabeças! Quem diria que uma brincadeira tão antiga como essa ainda pode alegrar tantas crianças. Os roedores estão empenhados em resolver o mais rápido possível esse desafio.

quinta-feira, 27 de outubro de 2016

A visita de Alessandra Roscoe e Anabela Lopez!

Hoje recebemos uma super visita!! A escritora Alessandra Roscoe e a também escritora e ilustradora Anabela Lopez. Nós ratinhos adoramos poder conhecer os inventores desses "queijos" tão gostosos que amamos comer aqui na nossa biblioteca. As especiarias de vez foram: Dois livros da coleção Bicho Não (Editora Edelbra) e A Força da Palmeira (Pallas). Além da leitura nós também nos arriscamos nos desenhos, todos nós ratos grandes e pequenos, colocamos nossas habilidades artísticas para fazer o tal do trinomio fantástico. Uma mistura de bicho do céu, da terra e da água.

segunda-feira, 12 de setembro de 2016

Que comecem os preparativos!!

A toca está agitada, começamos nossos preparativos para a chegada de uma pessoa muito querida. Inspirados pelos trabalhos de Mariana Massarani os roedores estão organizando oficinas de desenho para montar um mural de Boas Vindas!

sábado, 3 de setembro de 2016

Estudantes de pedagogia visitam o Roedores de Livros

Neste sábado, alunos do curso de pedagogia do Iesb foram visitar a bibliotoca para conhecer o Roedores de Livros. Eles cursam a disciplina Projeto Integrador 2, ministrada pela professora Adrea Moura André, e foram até lá para ter ideias sobre o projeto que terão de apresentar durante o semestre letivo.

O que mais impressionou o pessoal foi o conceito de mediação de leitura, que poucos conheciam. A Ana Paula Bernardes explicou tim-tim por tim-tim como funciona esse processo, que, diferentemente da contação de história, não tem uma relação com as artes cênicas, ou seja, não se trata de uma encenação, mas, sim, de uma leitura em conjunto. O mediador ajuda a compreender o sentido - ou os sentidos - do texto lido.


Para que a turma entendesse melhor, Ana Paula fez duas mediações com eles. A primeira foi Uma Chapeuzinho Vermelho (Marjolaine Leray; Companhia das Letrinhas). A outra foi um dos livros favoritos dos roedores, o Contos de Enganar a Morte (Ricardo Azevado; Ed. Ática). Assim como as crianças, os estudantes de pedagogia se divertiram com a leitura. Eles também conheceram o espaço da biblioteca, como ela é organizada e visitaram a exposição Como nasce um livro ilustrado.





quinta-feira, 1 de setembro de 2016

Bem-vindos à nova exposição!

Hoje, alguns ratinhos atrasados puderam ver pela primeira vez a exposição "Como nasce um livro ilustrado", que contém os desenhos originais do livro "Cadê juízo do menino". Essa exposição faz parte do Encontros Roedores de Livros de Literatura Infantil. Buscamos, juntos, por todos os parafusos escondidos nos desenhos, mas não temos certeza se nesse processo não acabamos deixando os nossos próprios parafusos no caminho! =D

domingo, 28 de agosto de 2016

Leitura-brinquedo com João Bosco Bezerra Bonfim na bibliotoca

O escritor João Bosco Bezerra Bonfim, convidado do projeto Encontros Roedores de Livros de Literatura Infantil, esteve no Roedores de Livros lendo obras de sua autoria para nossa turma. No vídeo, a leitura-brinquedo de trecho do livro A Botija de Outro (il. Rogério Coelho, DCL). Querido João Bosco, adoramos a visita. Volte sempre!
P.S. Ainda pelo projeto, João Bosco Bezerra Bonfim encontrará leitores da Escola Classe 54, de Taguatinga, no próximo 22 de setembro.

video



Romont Willy apresenta os originais de Máquina do Tempo aos roedores

O escritor e ilustrador Romont Willy (ao centro da foto, segurando o livro) esteve no projeto Roedores de Livros, no Shopping Popular de Ceilândia, como parte das suas atividades pelo projeto Encontros Roedores de Livros de Literatura Infantil.
A galera se impressionou com a apresentação que ele fez do livro Máquinas do Tempo (Callis, Altamente Recomendável para Crianças, pela Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil / Finalista do Prêmio Jabuti) para as crianças que frequentam o projeto. 
Além da Mediação de Leitura, feita pela equipe do projeto, Romont apresentou as ilustrações originais (que arregalou os olhos da meninada) e as edições do livro publicadas em Coreano e Dinamarquês. A turma achou o máximo!!! 
No fim, para surpresa de todos, Romont mostrou um máquina de escrever Remington Rand Deluxe e a comparou com o notebook (veja a foto). Cada criança escreveu seu nome na antiga máquina de escrever. Foi uma festa. Vivemos ali, o livro, na prática! Valeu demais, Romont. Muito obrigado pela visita!
Foto: Tino Freitas

Exposição Como nasce um livro ilustrado é destaque no Super!

O Roedores de Livros foi destaque na edição de ontem do Super!, do Correio Braziliense! A agenda do caderno trouxe a divulgação da exposição Como nasce um livro ilustrado, que começou ontem mesmo. Ficou super!
E, como o Correio já lembrou, a exposição está em cartaz até 1º de outubro, às segundas e quintas-feiras, das 10h às 16h; e aos sábados, das 10h ao meio-dia. Venham conferir e vejam mais informações sobre o projeto no site encontrosroedoresdelivros.com.br.


Começa o Encontros Roedores de Livros de Literatura Infantil

Já deu para perceber que este mês está recheado de novidades no Roedores de Livros, né? A última é que começou o Encontros Roedores de Livros de Literatura Infantil. O site do projeto já está até no ar: encontrosroedoresdelivros.com.brLá, você encontra uma biografia dos convidados, os livros escolhidos, as escolas participantes e detalhes sobre a exposição Como nasce um livro ilustrado e sobre o Seminário Panorama da Literatura Infantojuvenil no DF. 
A exposição Como nasce um livro ilustrado começou no último sábado (27). Em 12 painéis, é mostrando como foi a criação de Cadê o juízo do menino? (Editora Manati), desde as primeiras ideias do texto, do Tino Freitas, passando pelos estudos (rascunhos) da ilustradora, Mariana Massarani, até os desenhos finais, entregues à editora, antes de serem digitalizados para compor, com o texto, o projeto gráfico do livro. Uma aprendizado divertido para as crianças - e para os adultos também - sobre como funciona todo esse processo.
Os rascunhos dos desenhos digitalizados podem ser comparados aos originais, que têm o traço feito com pincel e nanquim, coloridos com ecolines sobre papel Fabriano para aquarela. No fim, o visitante poderá ler o resultado do trabalho dos dois autores no livro impresso. A exposição fica aberta até 1º de outubro, nas segundas e quintas-feiras, das 10h às 16h, e sábados, das 10h ao meio-dia, na sede do Roedores de Livros, em Ceilândia. O Encontros Roedores de Livros de Literatura Infantil, conta com o apoio do Fundo de Apoio à Cultura do Distrito Federal (FAC/DF).

Visitem-nos e espalhem essa ideia!!! E continuem acompanhando as novidades aqui no blog também!

Olha que lindeza ficou o cartaz de divulgação! Compartilhem!

quinta-feira, 25 de agosto de 2016

De tudo um pouco

Quem aí gosta de jogar jogo de tabuleiro? E de dominó, você gosta? E ler, também?! E que tal fazer uma oficina com colagem e desenho? Hoje fizemos de tudo um pouco na toca dos roedores. Alguns chegaram empolgados para tentar a sorte nos jogos de tabuleiro, outros preferiram jogar dominó, e todos arranjaram um tempinho para poder ler a história de Marcelo: O porco que tinha medo de sujeira (Panda Books).

Já os ratinhos vespertinos preferiram começar lendo e escolheram alguns livros para que eles pudessem ler para todos. Os escolhidos da vez foram: A casa dos cinco sentidos (Editora Nacional), A madrugada na casa do Bruxo (Lê) e Como ir ao mundo da lua (Melhoramentos). Depois da mediação de leitura as crianças vasculharam a toca em busca de materiais para fazer uma oficina de colagem e desenho!





segunda-feira, 15 de agosto de 2016

Espaço de diversão

Sabe qual é uma das brincadeiras preferidas dos roedores enquanto aguardam o início da mediação de leitura? Jogar Uno. O jogo em que o objetivo é acabar com a mão vazia primeiro e deixar os seus adversários com um montão de cartas faz a diversão da criançada antes de embarcar no universo da leitura.

As crianças têm até técnicas superdesenvolvidas para tornar as jogadas mais eficientes: trabalham em equipe, reúnem as cartas de mesmos valores, ficam atentos para não quebrar regras e comprar mais do monte. A disputa é acirrada!


sábado, 13 de agosto de 2016

O julgamento do chocolate e O Elefante caiu nas mediações de sábado

E nesse sábado, mediamos leituras com as obras O JULGAMENTO DO CHOCOLATE (Alexandre de Castro Gomes, il. Conceição Bicalho, RHJ) e O ELEFANTE CAIU (Ivan Zigg, Abacatte), em novíssima e ainda mais bela edição!



quinta-feira, 11 de agosto de 2016

Desenhos premiados na tarde de quinta-feira

A oficina desta quinta-feira (11) foi de desenhos! Teve Bomberman, uma casa, uma raposa e até um inspirado na capa de Cadê o juízo do menino? (E. Manati), do Tino Freitas e da Mariana Massarani.

Na primeira foto abaixo aparecem os grandes vencedores da tarde - eleitos por eles mesmos. A imagem seguinte mostra o processo de produção dos desenhos e, logo abaixo, toda a galera que estava por lá!





sexta-feira, 5 de agosto de 2016

Ouvintes atentos de histórias africanas

Sábado passado, entre os livros mediados, lemos o conto que dá título à obra KALINDA, A PRINCESA QUE PERDEU OS CABELOS E OUTRAS HISTÓRIAS AFRICANAS (Celso Sisto, Escarlate). Nossos ouvintes ficaram atentos aos motivos da perda dos cabelos e interessados em saber se a princesa retomaria ou não seus cabelos tão preciosos. 

Em breve, leremos as outras histórias do livro. Pois a ideia é apresentar a obra é despertar o interesse para conhecê-la por completo. Parabéns ao Celso e à Escarlate pelo belo lançamento! Gostamos por demais!



quinta-feira, 4 de agosto de 2016

Flor do deserto

Olha que lindeza está a flor do deserto que enfeita uma das prateleiras da nossa biblioteca! Ela precisa de bastante sol e pouca água para florir desse jeito, ideal para o clima de Brasília.

Já sabem da novidade, né? O Roedores agora abre nas segundas e quintas-feiras também, das 9h às 17h. Confira o funcionamento aqui no blog e vá lá conhecer a nossa flor e o acervo de livros infanto-juvenis!



sábado, 30 de julho de 2016

O instante do encantamento com a leitura

Eles chegam desconfiados. O olhar guloso com fome de livro, mas eles ainda não entendem disso. Olham para ver se ninguém está olhando e pegam um exemplar. Entram. Folheiam. Deixamos assim. Depois um adulto se aproxima, pergunta se pode ler uma história. Apresenta o espaço e logo depois deixa-os à vontade. Aí vem a fisgada: a hora em que vêm os outros, mais habituados, na sala de leitura. 

Demoram-se na porta como se pedissem com o corpo a autorização para entrar (é o que diz a foto). Depois entram, tiram as sandálias, sentam-se no tapete. Sentem-se em casa. Participam de tudo. Ao final, calçam as sandálias e saem com a certeza de que aquele espaço também lhes pertence. E nós? Apenas esperamos que eles voltem sábado que vem! É assim sempre que chega gente nova no Roedores de Livros.


quinta-feira, 28 de julho de 2016

Massinha, cores e bichos no Roedores de Livros

Nesta quinta-feira os roedores se divertiram com uma oficina de massinha. As crianças brincaram com as cores, montando esculturas de massinha em forma de animais, como tubarões, peixes, cobras e leões. Lembrando que a bibliotoca fica aberta na segundas e quintas-feiras, das 9h às 17h, e aos sábados, das 9h30 às 12h. Venha conhecer o espaço e o nosso acervo e aproveite para participar também das oficinas!


segunda-feira, 25 de julho de 2016

Roedoras talentosas

O trio de roedoras talentosas Yasmin, Brenda e Lara fizeram uma oficina de massinha na bibliotoca nesta segunda-feira (25). No começo, estavam em dúvida sobre o que fazer, até que decidiram montar belas e coloridas borboletas.

Algumas das obras de arte dos nossos leitores estão expostas lá no Roedores de Livros. Que tal ir dar uma olhada e aproveitar para conhecer o nosso acervo? Confira os horários de funcionamento aqui no blog e fique de olho nas novidades!



domingo, 24 de julho de 2016

Roedores é destaque no Super!, suplemento do Correio Braziliense

O Roedores de Livros foi destaque na Agenda do SUPER!, suplemento para crianças do jornal Correio Braziliense de sábado passado (reproduzo na foto). Aproveitamos para reforçar o convite: abrimos as segundas e quintas, manhã e tarde. E amanhã, sábado, esperamos país e filhos das 9h ao meio-dia! Apareçam para leituras compartilhadas! Estamos de portas abertas!


sábado, 23 de julho de 2016

Dia de adivinhação e de presentes no Roedores de Livros

"Quer saber meu nome? Uma dica: o 'CA' antes das duas notas musicais estará. Diga qual nome feminino será!" Neste sábado, os roedores brincaram de adivinhar (veja a resposta dessa charada láááá embaixo). Também deram boas risadas com Mentiras Caipiras (Mario Bag, Ed. Paulinas).
E ainda ganhamos presente! Os meninos da Ana Edith, que já não são mais pequenos, doaram um montão de livros infantojuvenis super-legais para o nosso acervo. Nós adoramos, obrigado!




.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
CAMILA

quinta-feira, 21 de julho de 2016

Roedores soltam a criatividade em oficina de bonecos

Hoje teve oficina no Roedores e a galera soltou a criatividade para transformar as esferas de isopor em bonecos divertidos. Kauê, Yasmin, Bruna, Rahides e Brenda foram os artistas da vez.
Lembrando que, agora, a bibliotoca está abrindo também às segundas e quintas, das 9h às 17h, e, como sempre, aos sábados, das 9h às 12h. Quem quiser conhecer o espaço e o acervo é só aparecer por lá!


segunda-feira, 18 de julho de 2016

O Roedores vai abrir durante a semana também!


Tem novidade no Roedores de Livros! O projeto recebeu o prêmio Todos por um Brasil de Leitores, do Ministério da Cultura, que reconhece iniciativas que contribuam para a construção de um país de leitores.
Por isso, teremos atividades especiais durante o resto do ano. A primeira boa-nova é que abriremos também em dias da semana, às segundas e às quintas-feiras, das 9h às 17h, com as mediações de leitura e oficinas abertas à comunidade. Além disso, continuaremos a abrir aos sábados, das 9h às 12h, tudo de graça.
Crianças a partir de 6 anos estão convidadas a conhecer o nosso acervo, que conta com milhares de livros infantis. Na bibliotoca também há diversas obras juvenis para os adolescentes e jovens que quiserem conferir . E, é claro, os adultos estão mais que convidados para conhecer o espaço.
Acompanhe o blog e a nossa página no Facebook para ficar por dentro das próximas novidades - serão muitas! - e do cronograma completo de atividades.