terça-feira, 6 de junho de 2006

Mais um sábado delicioso ao lado das crianças...


Meus queridos amigos roedores de livros... talvez já esteja ficando chato para vocês lerem aqui que foi emocionante demais nossa aventura literária com as crianças. A cada sábado, uma nova emoção. Não cansa. Não enjôa. Regenera. Esquecemos dos males do mundo naquelas horas mágicas, onde vivemos aventuras fantásticas ao lado da garotada. Senão, vejamos: neste último dia 03 o Arthur voltou!!! Ele é nosso "mascote". Não perde um sábado. Mas no sábado das aventuras aquáticas ele não apareceu. Perguntei: - E aí, Arthur, estavas doente? Ele respondeu: - Como é que a senhora avinhou? Óbvio: pra não vir, só se estivesse doente mesmo. Ah, e ele trouxe uma turma de amigos para conhecer a Biblioteca. Nossa querida vovó roedora, Lúcia e seus netos Lucas e Beatriz voltaram a dar o ar da graça e se divertiram bastante. Novos pais roedores também levaram os filhotes para nosso cantinho, inclusive o Maestro Rênio Quintas, que levou o Reninho para nos conhecer. Foi só alegria. Alegria maior ainda pela presença das crianças do Larzinho Chico Xavier que quase dormiram na história da casa sonolenta, que se encantaram com a apresentação dos ratinhos no nosso teatro de fantoches, que criaram monstros, jacarés e outras invencionices em nossa oficina de fantoches de meia e que cantaram as eternas cantigas de roda antes de voltarem para casa. Ufa!!! Escrevendo assim até cansa... mas viver tudo isso passa rápido e nós queremos mais: sábado que vem, o tema também é muito bacana: ROEDORES NO BREJO: HISTÓRIAS DE SAPO!!! Estaremos esperando por vocês. Ah, querem ver o resumo fotográfico? É só clicar na imagem ao lado.

2 comentários:

Sheila disse...

Oi, Ana Paula!

Não sei se você se lembra de mim: sou jornalista, amiga de Tino, paraibana que retornou de Brasília há três anos... :-)
Bom, se não lembra, não importa. O que importa é que vi o seu blog e adorei! Menina, senti uma vontade danada de estar entre vocês nesses sábados maravilhosos! Se eu ainda estivesse em Brasília, você teria uma pulguinha em seu cós, lhe pedindo a todo custo para participar de projeto tão mágico!

Adorei! E vou sempre visitar!

Um beijo!

Sheila

Anônimo disse...

Oi linda!
Claro que me lembro e adoraria ter uma pulguinha como vc no meu cós.
Quando vier ao planalto central nos faça uma visita, adoraríamos.

Beijos!

Ana Paula