terça-feira, 27 de julho de 2010

Sorrisos e sustos

Para a mediação de leitura na manhã do dia 10 de julho separamos alguns livros de suspense e medo. Mas abri os trabalhos com músicas para destravar os sorrisos. Brinquedos cantados, vinícius de moraes e uma ou outra música minha para descontrair o ambiente. Era o dia de medir os contrastes.

O primeiro livro escolhido foi TIO LOBO (Xosé Ballesteros, il Roger Olmos, Callis). Quando o assunto é literatura politicamente incorreta e fabulosa, esse é um dos nossos livros preferidos, ao lado de A Promessa do Girino, Coelho Mau, A Pior Mulher do Mundo, Agora não, Bernardo... para citar alguns. É certo que existem pais e professores que podem até não gostar, mas as crianças se envolvem com esses livros. Tomam uns sustos pois as narrativas vez ou outra tomam caminhos incomuns. Mas isso faz parte. E no projeto, procuramos apresentar a boa literatura, que alcance as emoções das crianças. Não foi diferente com essa leitura. E a menina mentirosa teve um fim merecido, segundo a nossa turma.

A foto acima e abaixo mostra o jogo com o livro que uma boa mediação permite ao leitor. As crianças afastadas, envolvidas com o lobo que quer castigar a menina, aproximam-se do "perigo" para ver a cena, pois a curiosidade e a certeza da fantasia são mais fortes que qualquer razão. E elas estão certas. Ao final da história, a conversa segue sem traumas.

O segundo livro foi O HOMEM DO SACO (Rogério Trezza, Brinque Book) e o suspense tomou conta da nossa sala de leitura. É muito interessante ver como as palavras têm força para cutucar a imaginação da gente. Ufa!!! Ao final, não era nada daquilo que se pensava. Vamos para o próximo livro.

A leitura do terceiro livro - SETE HISTÓRIAS PARA SACUDIR O ESQUELETO (Angela Lago, Cia das Letrinhas) - foi demais. Incrível mistura de sustos e sorrisos num mesmo texto. A turma, lá pelas tantas, pegou o mote enquanto esperavam o setset chegar. Ana sussurrava: - Caioooooooo, Caioooooooo... E parecia que era meia-noite na saleta...

Por fim, uma leitura inteligente sobre o medo que mora dentro da gente. MAURÍCIO, O LEÃO DE MENINO (Flávia Maria, il Millôr Fernandes, Cosac & Naify) tirou a preguiça que deitou Isabela na almofada...

... para colocar a curiosidade dela quase dentro das páginas laranjas e negras do livro.

Foi uma manhã especial. Emocionante. Como tem sido as outras. Repleta de surpresas e boas histórias. Hatuna Matata.

Um comentário:

Elaine Elamid disse...

Gosto muito de como relatam as atividades...vontade de estar participando da mediação.
Se um dia vierem para Manaus...
Um abraço

Elaine Elamid
lerparacresceramazonia.blogspot.com