quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

Decorando a "nova" toca dos Roedores de Livros

Pois bem. Como escrevi anteriormente, no final de 2009 abraçamos com todas as forças a oportunidade de termos um espaço físico para abrigar nossas crianças, estantes, livros, fantasias e outros tantos desejos. O espaço fica na Torre A do Shopping Popular da Ceilândia (QNM 11 Lote 3 Área Especial - Ceilândia Sul). Além das atividades do nosso projeto, acontecerão no local outras oficinas literárias voltadas para jovens e adultos além de oficinas de artesanato. Essas outras atividades serão coordenadas por Clara Etiene e Ana Maria nossas parceiras na "ocupação" do espaço. As duas aparecem na foto acima entre mim, Edna e Tino.

As semanas foram se passando e a nova "toca" foi ganhando um pouco da nossa cara a partir das doações que foram chegando. Tinta para a pintura do espaço, "choro" para que a mão de obra ficasse mais em conta, a descoberta da necessidade de grades para evitar pichações, quadros para as paredes ficarem mais convidativas ao olhar, amigos e outros tantos voluntários nos cercando de atenção e enfim... depois de algumas semanas, tudo ganhou um colorido cheio de motivação. Motivação que inspirou a nossa nova parceira - Clara Etiene - a escrever o belo relato que publico a seguir:

“Era uma casa muito engraçada... não tinha teto, não tinha nada...”

Um lugar é o espaço onde algo acontece. Sem acontecimento, o lugar é só um ermo vazio sem sons, sem cor, sem coisas. Havia teto, paredes e portas, mas nada acontecia. Mas, no sábado, dia 27 de novembro, o espaço que abrigará o projeto de mediação de leitura e oficinas de artesanato no Shopping Popular de Ceilândia recebeu a mudança dos Roedores de Livros. Chegou o acontecimento!

Primeiro chegaram as estantes trazidas pelo Célio; pesadas, grandes, bonitas, representam a fortaleza do zelo. As caixas de livros vieram no carro da Edna, eles têm sido, já há algum tempo, seus ilustres passageiros; o pessoal da Associação dos Feirantes do Shoppping Popular e a Dona Ana, nossa amiga nessa empreitada, cuidavam da limpeza do espaço. Eu, contadora desta memória, andava por lá procurando o pintor para que ele fosse das os retoques que ficaram faltando na pintura. Não o encontrei até agora...


Coisas misteriosas aconteciam naquele lugar, o pintor não foi encontrado, assim como não foram encontradas as chaves do carro da Ana Paula que aflita ligava de sua casa reclamando a própria ausência naquele dia de arrumações e mudanças. Mas, uma roedora brasileira não desiste nunca, Ana Paula pediu ajuda e chegou ao nosso espaço com “mala e cuia”: casinha para guardar objetos, arquivo colorido, almofadas estampadas, quadro de avisos e lindas telas que mais tarde iram parar na vidraçaria mais próxima para a preparação das molduras.


No final da tarde, esperamos a Ana almoçar, e fomos para nosso primeiro “encontro técnico”, sentadas nas almofadas coloridas, falamos do Projeto...surgiram tantas idéias, ponderamos sobre algumas decisões e, de repente, nos sentimos em casa... Era como se aquele espaço, antes vazio, sem cor, sem nada, a partir daquele momento abrigasse todas as nossas histórias, leituras e sonhos.

Fechamos tudo, guardamos as caixas de livros, viemos embora e deixamos os contos, romances, poemas, travessuras e sonhos nos esperando até o próximo sábado...


Bem, só sei que foi assim. Depois vieram alguns dias de férias de verdade, o retorno para os afazeres do início do ano, mas o desejo de recomeçar era tão forte que em plena quarta feira de cinzas realizamos a última etapa antes de encontrarmos as crianças: uma reunião com a ASFESCEI (associação dos feirantes, responsável pelo local). Ali, apresentamos o espaço reformado e as ideias dos projetos. Também ouvimos muito o que todos tinham a dizer. Ficou claro que ligar o motor da fantasia a serviço de uma comunidade melhor é a vontade de todos. Hatuna Matata!

P.S. Na foto acima, da esquerda para a direita, em pé: Sales, Lindalva, Francisco, Ana Maria, Milton, Tuna e Edna. Sentados: José Carlos, Eu (Ana Paula), Lís Maria, Clara Etiene e Tino Freitas. Eis a nossa seleçào para 2010.

6 comentários:

Lígia Pin disse...

ahhhhhhhhhhhhh que delícia!
eu quero trabalhar aí!
muacks!

suelen.18 disse...

Que legal...adorei!!!

Falando em livros vou deixar uma dica...A Ordem é Amém de John Chelh uum livro ótimo vale a pena ler...www.seteseveneditora.com.br

Fátima Campilho disse...

Nossa,acho que estou tão feliz quanto vocês!
Reconheci logo a ilustração do Zigg!
Beijos

1001 Contos disse...

Legalll!!! Amei o espaço. Tb faço contação de histporias,e cuido de uma Biblioteca.Dê uma espiadinha no meu Blog. 1001 abçs fraternos da Tânia Míriam

Mariana Massarani disse...

Nossa, que legal!!!!
Adorei o laranja das paredes e os bolsos para livros!
Tudo de bom!

Sandra Ronca disse...

Hummmm...deu vontade de ficar pendurada nesta parede. A vibrante, que faz cosquinha... :)
Lindo o espaço! Parabéns pela conquista!