quarta-feira, 28 de novembro de 2007

Um até logo repleto de saudade...

Deixei passar quase um mês para postar nosso último encontro em 2007 com a turma do projeto. Não queria escrever tudo o que passou na minha cabeça naquele sábado, 03 de novembro, pois tornaria essa despedida mais dolorosa do que foi. Em virtude da venda da sede da OnG Pró Gente que acolhia os Roedores de Livros e as crianças nas manhãs de sábado, tivemos que adiantar o encerramento das nossas atividades em três semanas. Quando chegamos ao local, um vazio sem tamanho. Faltavam os móveis e o clima de saudade era visível em todos. A grande ausência foi a da estante da sala de leitura. Vocês que acompanharam nossas atividades durante este ano viram aquela estante ficar repleta de livros. O projeto arecadou amis de 400 livros infantis e juvenis. Livros que estão conosco, aguardando um novo local para pousar suas aventuras. No lugar da estante descobrimos uma porta. Na foto acima, uma montagem com dois momentos extremos: a imagem da esquerda é de fevereiro quando fechamos a parceria com a Pró Gente. A estante escondia a porta que agora "enfeita" a parede da sala.
Juliana levou alguns livros para contar. Os meninos adoraram Sete Histórias para Sacudir o Esqueleto (Angela Lago, Cia das Letrinhas). Sacudiram o esqueleto e as risadas. A manhã ficou mais alegre. Alegrou ainda mais com a leitura de Uma Girafa e Tanto (Shel Silverstein, Cosac & Naify). Todo mundo em cima do livro. Ainda bem!!! Depois, cada um com seu livro, escolhidos do nosso baú. No flagrante acima, as Facécias (Câmara Cascudo, Global) acordaram nos braços dos meninos.
Na oficina de artes, montamos um mosaico surpresa. Cada criança coloriu um quadrado da forma que imaginava ser melhor. Depois, juntamos as peças e formamos figuras coloridíssimas. Uma delas, foi nosso roedor mais famoso.
Ainda tivemos que aplicar o questionário final para posterior avaliação das crianças. E assim, foi nosso último dia de atividades este ano. Estamos trabalhando para conquistar um novo espaço - inicialmente na Ceilândia - que possa acolher nossas crianças, nossos livros e a nossa fantasia cada vez mais real de levar a literatura, o prazer da leitura a todas as crianças.

Por fim, o Tino teve a árdua tarefa de dispersar o clima de nostalgia daquela manhã com muita música. No vídeo abaixo, gravado em baixa resolução, um pouquinho dos nossos meninos e meninas espantando a preguiça. Que em 2008 possamos espantar muitas outras coisas. Hatuna Matata.



2 comentários:

Lígia Pin disse...

Ano Novo, novas portas e novos horizontes!
Sucesso e sorte!
Beijos
;o)

TiagoPavan disse...

Quero divulgar uma nova livraria virtual que vai facilitar, pelo menos um pouco, pro bolso do universitário. A livraria chama 30PorCento e oferece 30% de desconto em todos os livros que vende, inclusive todo o belo catálogo infanto-juvenil da editora paulista CosacNaify. O endereço é www.30porcento.com.br .